top of page
  • Writer's pictureGabriel Toueg

Um balanço melancólico

Um balanço do conflito entre Israel e o Hamas por uma pessoa que eu respeito e que, como eu, se incomodou com o silêncio. Eu também me incomodei com o fervor das opiniões cegamente orientadas, de um lado e de outro.


Está na hora de fazer um balanço, agora que Israel anuncia que fará em breve um cessar-fogo unilateral, depois de várias negociações frustradas e de atingir o objetivo da intervenção, que é reduzir o poder de destruição do Hamas. Um balanço de guerra é sempre algo triste e difícil, mesmo à distância, mesmo sem ter ouvido as sirenes nem perdido ninguém próximo. Mesmo sem dor real, apenas imaginando as perdas dos outros e notando nossas próprias perdas simbólicas.

A primeira coisa que noto é que somos nós, eu e você, na comunidade judaica que temos responsabilidade sobre o que é dito e sobre o que será ensinado às próximas gerações. Nós, judeus brasileiros sem memória de 1967. Os mais velhos se calaram. Alguns tinha razões fortes para tal. Por exemplo, Moacyr Scliar está morto. Os outros, eu não entendi bem, pois na nossa cultura nos apoiamos na serenidade dos mais…

View original post 1,077 more words

0 views0 comments
bottom of page